Um jornal, vários repórteres, um editor, uma ideia.
Um blog, todos repórteres, todos editores, todas as ideias.
Um objetivo. Mostrar todos os lados de uma só Franca.

Páginas

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Franca (SP) usa capela tombada como depósito de merenda

DARIO DE NEGREIROS

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, DE RIBEIRÃO PRETO


O Ministério Público Estadual vai pedir à Secretaria da Educação de Franca (400 km de SP) esclarecimentos sobre o uso da capela do colégio Champagnat, imóvel tombado pelo conselho municipal de patrimônio público.

O local tem funcionado como galpão de armazenamento de alimentos destinados à merenda escolar da cidade.

O promotor Paulo César Borges afirmou à Folha que vai questionar se foram adotadas medidas de preservação na capela.

Construído em 1915, o imóvel foi tombado em 1997 pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico) de Franca.

Segundo a secretária da Educação, Leila Haddad, a capela tem sido utilizada como galpão há cerca de um ano.

"O alimento que está lá dentro [da capela] também é sagrado", justificou. Segundo ela, o uso foi autorizado pelo Condephaat.

OPOSIÇÃO

O vereador Silas Cuba (PT) classificou o caso como "absurdo". "Se quem compõe o Condephaat deu essa autorização, certamente outras pessoas devem ser escolhidas [para o conselho]." Franca é administrada pelo prefeito Sidnei Rocha (PSDB).

De acordo com Fernanda Rosa, especialista em restauração com mestrado pela Universidade Politécnica de Valência, a possibilidade de danos ao patrimônio depende do método de estocagem e do volume de alimentos armazenados na capela.


Folha de São Paulo

07/02/2010


Um comentário:

  1. É igual em todos os lugares, amiga!!! Haja paciência! rs
    Beijocas!

    ResponderExcluir